Polícia Militar de Minas Gerais

Cultura Militar - Hinos e Canções


 

Canção PMMG


 

Em 3 de março de 1949 ─ quando se comemorava o décimo quinto aniversário do altivo Departamento de Instrução, o Dê-I, ou DI ─, o ainda Segundo-Tenente Saul Alves Martins escreve a letra poética da Canção do DI, com arranjo musical insculpido pelo então Comandante da dita Escola Militar, o humanista de larga erudição versado nas Artes de Euterpe, Tenente-Coronel Egydio Benício de Abreu, o notável Jequitaí.

Em 6 de setembro de 1982, pela Resolução PMMG nº 1051, a letra poética da Canção do DI, de 3 de março de 1949, transforma-se em letra poética da Canção da Polícia Militar de Minas Gerais, para a qual se preserva a totalidade musical do arranjo empartiturado, em 1949, pelo Coronel Jequitaí. Em 1982, o já Coronel Saul Alves Martins retrabalha, por vontade expressa do então Comandante-Geral, apenas o Estribilho da Canção do DI:

“Quem não se orgulha de ti, Ó DI?! És o luzente arrebol, O farol, Que o passado dos bravos mantém E nos leva à conquista do bem!”,

para torná-lo, com as mesmas cadências, o Estribilho atual de sua letra poética da Canção da Polícia Militar de Minas Gerais:

"Os passos desses heróis, São faróis, Que segurança nos dão, E razão, Seguiremos e cada vez mais ,Paz queremos em Minas Gerais!”

 

FONTE: Policiais Militares Protagonistas Da História; 
João Bosco de Castro, Ten Cel QOR. p.163. 2016

 

Compositor: Egídio Benício De Abreu / Saul Alves Martins

 

 

Filhos de minas,
Erguendo a voz,
Anos após
Anos, lutaram
Pelas doutrinas
Que eles sonharam.
Rememoremos
Os sacrifícios
Desses patrícios
Desassombrados.
Fortes marchemos,
Eia, soldados!
Os passos desses heróis são faróis
Que segurança nos dão
E razão,
(nós) seguiremos e cada vez mais
Paz queremos em minas gerais.

De iguais misteres,
Com a mesma história,
Somos a glória,
Os descendentes
Do bravo alferes,
O tiradentes.
No sangue temos
A nobre herança,
Toda a pujança
Dos conjurados.
Fortes marchemos,
Eia, soldados!
Os passos desses heróis
São faróis
Que segurança nos dão
E razão,
(nós) seguiremos
E cada vez mais
Paz queremos em minas gerais.

Somos a aurora, 
Rútila chama,

Luz que derrama
Felicidade,
Brados de outrora,
Paz , liberdade.
Por isso honremos
Nossos varões,
Pelas ações
Já consagrados.
Fortes marchemos,
Eia, soldados!
Os passos desses heróis são faróis
Que segurança nos dão
E razão,
(nós) seguiremos
E cada vez mais
Paz queremos em minas gerais.

 

 Download Canção

 Download da partitura

 

 

 

Hinos e Canções


 

Clique abaixo e confira os demais hinos e canções que regem a instituição

      

 

Saiba Mais