Palavra 

Polícia Militar de Minas Gerais

separe os e-mails por vírgula

Afas inaugura cobertura e novas instalações do Centro de Equoterapia

07/11/2018

Após diversas campanhas e empenho de muitas instituições e apoiadores, a Associação Feminina de Assistência Social e Cultura (Afas) entregou para pais, praticantes e profissionais a cobertura e novas instalações administrativas do Centro de Equoterapia do Regimento de Cavalaria Alferes Tiradentes (Cercat), da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG). A solenidade, nessa quarta-feira (07), marca uma nova etapa de ampliação do serviço aos praticantes e futuros praticantes da equoterapia, que agora usufruem do conforto térmico, acústico e climático da cobertura de 900 metros quadrados, com 120 telhas termoacústicas, que visam minimizar a incidência de calor e o barulho da chuva.

Praticantes, familiares e autoridades prestigiaram o evento que marca a diminuição da fila de espera do Cercat e aumenta a capacidade de atendimento. A Afas idealizou diversas ações, entre elas a bem sucedida campanha “Torcida Mais Solidária de Minas”, que vendeu aproximadamente 25 mil rifas, além de receber diversas doações de pessoas físicas e jurídicas, alcançando o montante de R$ 261 mil reais nos três meses da campanha.

O Centro de Equoterapia é o único local em Belo Horizonte que oferece a terapia gratuitamente, atualmente, para 120 praticantes que, em sua maioria, são crianças de até 12 anos de idade. A presidente da Afas, a Major Fátima Rufino, disse que a entrega da cobertura e das novas instalações de acolhimento a emocionam muito, porque durante todas as campanhas ela se colocou no lugar dos pais que estavam e ainda estão na fila aguardando serem chamados.

“O sentimento é de gratidão a todos que acreditaram e ajudaram, desde uma pessoa que doou R$2,00, passando por uma emenda parlamentar até as doações das grandes instituições, todos foram importantes porque pensaram no próximo. É um tratamento fantástico e já conseguimos aumentar 50 atendimentos. Antes encerrávamos os atendimentos às 11h e agora estamos estendendo até às 13h”, comentou Major Fátima, que informou ainda que um convênio com a Prefeitura de Belo Horizonte está para ser assinado para custear mais três profissionais, além da Afas entrar com mais quatro, um reforço que deve chegar ainda este ano.

“Essa iniciativa promovida pela Afas, e com todo incentivo da PMMG, é para nossa instituição uma grande conquista, porque a polícia estende assim sua missão constitucional junto a sociedade. É muito gratificante vermos a Polícia Militar participando da promoção da cidadania no Estado”, afirmou o Comandante-Geral da PMMG, Coronel Helbert Figueiró de Lourdes.

Thais Cecília, psicóloga e equoterapeuta, está há seis anos no Cercat e para ela o sentimento era de muita gratidão pela inauguração das melhorias no espaço onde se desenvolve um trabalho muito especial. “Essa cobertura representa um troféu pra todos nós. Pra mim, que atuo com autistas e pessoas com transtornos de comportamento mais severos, o ambiente com a cobertura propicia mais concentração pela pouca interferência de barulhos ou muita luz, e isso faz com que o atendimento seja mais rico”, contou a profissional.

A inauguração também teve uma demonstração da interação de um praticante da equoterapia com um dos cavalos do Regimento de Cavalaria. O praticante escolhido foi Bernardo Rodrigues Cláudio, de 08 anos, que foi diagnosticado com Síndrome de Down, e está na equoterapia há seis meses após cinco anos na fila de espera.

Para a mãe de Bernardo,  Iascara Nonata Claudio, compreensão de regras e limites tem sido o objetivo principal das sessões do filho, o que tem sido alcançado com sucesso. “A melhora dele é visível no comportamento na escola e em casa. Estou muito emocionada, a estrutura ficou muito bonita. A gente que é mãe de uma criança especial sabe as dificuldades e sabe valorizar essa terapia que é gratuita. Pra cá venho toda semana, de ônibus, faça chuva ou faça sol, porque terem nos chamado foi nosso maior presente”, disse a mãe de Bernardo.

Nelson Roberto Andrade de Mattos, representante da Capemisa seguradora, empresa parceira há mais de 20 anos da Afas, se disse realizado por ver a diferença que faz o apoio da empresa a uma instituição que viabiliza um atendimento tão importante para pessoas com as limitações. “É importante a gente se colocar no lugar desses familiares que dependem de um tratamento assim para que seus filhos evoluam, tenham uma vida melhor, e quando vemos todo esse trabalho, temos a certeza de que estamos fazendo a coisa certa”, disse Nelson.

Autor: Killzy Lucena - PMMG