Palavra 

Polícia Militar de Minas Gerais

separe os e-mails por vírgula

Oficial da PMMG participa de curso no Japão

29/12/2017

O tenente Alonso Gomes Júnior, lotado no Centro de Administração de Pessoal (CAP), da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), representou a instituição no Curso de Operador de Polícia Comunitária 2017, que aconteceu no Japão, do dia 26 de novembro a 08 de dezembro deste ano.

 O curso é uma das atividades do projeto “Multiplicação da Polícia Comunitária” executado no âmbito do acordo básico de Cooperação Técnica entre o Japão e o Brasil, desde 2015. Nesta edição, participaram 16 policiais de 15 estados, que tiveram a oportunidade de conhecer as atividades desenvolvidas nas Bases Comunitárias de Segurança (Koban) e nas Bases Comunitárias de Segurança Distrital (Chuzaisho), principalmente nas províncias de Tóquio, Aichi e Gunma.

O critério de seleção para o curso no Japão, que contou com a participação de policiais militares de todos os estados do país e do Distrito Federal, se deu ao final do Curso Internacional de Multiplicador de Polícia Comunitária Sistema Koban (CIMPC-SK), realizado pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) em Minas, São Paulo e Rio Grande do Sul, no período de maio a novembro de 2017. Os três estados são considerados como modelos de capacitação pelo projeto “Multiplicação da Polícia Comunitária”.

A Secretaria Nacional de Segurança Pública levou em conta as melhores notas nas provas das diversas disciplinas cursadas e a nota do projeto apresentado no final do curso. O projeto apresentado pelo tenente Alonso sobre as Redes de Proteção Preventiva no âmbito das instituições de educação foi indicado pela Senasp e obteve nota máxima.

A troca de experiências entre os policiais brasileiros e japoneses e o acompanhamento das atividades realizadas no Japão, tanto na capital Tóquio, quanto nas províncias de Aichi e Gunma, com as adaptações necessárias para a realidade brasileira, tem contribuído para a sedimentação da filosofia de Polícia Comunitária em Minas e no Brasil.

“O que mais me marcou no curso foi refletir sobre a importância da interação entre a população e a sociedade. Quanto maior esta interação, mais eficiente será o trabalho da PMMG na prevenção ao crime e melhor a sensação de segurança da comunidade”, disse o oficial. Segundo ele, durante o curso, os japoneses elogiaram o trabalho de polícia comunitária desenvolvido pela PMMG. “ Essa avaliação positiva nos motiva e mostra que estamos no caminho certo”, finalizou.

Desde a execução do projeto “Multiplicação da Polícia Comunitária”, de janeiro de 2015 a janeiro de 2018, 80 policiais foram capacitados no Japão.

Autor: PMMG