Palavra 

Polícia Militar de Minas Gerais

separe os e-mails por vírgula

PM localiza duas pistolas e munições pertencentes à quadrilha da Bahia em Almenara

14/11/2017

A Polícia Militar apreendeu outras duas pistolas na manhã de ontem, segunda-feira (13), na zona rural de Almenara (MG). As armas foram usadas na tentativa de homicídio contra policiais militares do 44º BPM na noite da última sexta-feira (10), quando os policiais militares realizavam a Operação de Combate ao Crime Organizado, que culminou na morte de um homem que atirou contra os militares. No total, 14 armas já foram apreendidas em dez dias de operações.

Na sexta, os militares apreenderam um revólver calibre 32 e na manhã de ontem, os policiais militares, após buscas, localizaram mais outras duas pistolas de calibres 40 e 9mm, no mesmo local do confronto. Uma das armas, além de ser de uso restrito das Forças Armadas, estava equipada com mira laser. No total, 53 munições foram apreendidas e ainda foram encontrados sete cartuchos deflagrados relativos a alguns dos disparos efetuados contra os policiais militares.

O homem que morreu respondia por crimes hediondos nos estados da Bahia e Minas Gerais, possuía mandado de prisão em aberto e era um dos mais procurados pela Polícia Militar da Bahia,  principalmente no extremo sul do Estado. Ele era acusado de diversos homicídios, latrocínios, tráfico de drogas, roubos, formação de quadrilha, furtos e diversos outros crimes. Ele ainda era acusado de ter participado de três tentativas de homicídios contra militares em menos de uma semana no Vale do Jequitinhonha em Minas Gerais.


HISTÓRICO

A primeira tentativa de homicídio contra os policiais ocorreu no dia 4 de novembro, em Rubim (MG), quando os militares impediram que uma quadrilha, fortemente armada, explodisse um banco. Eles atiraram contra os militares, mas não conseguiram e fugiram. A segunda tentativa de homicídio ocorreu no dia 7 de novembro, na Zona Rural, quando a quadrilha resistiu à prisão e atirou contra os militares. No confronto, dos seis membros da quadrilha, quatro morreram. A terceira tentativa ocorreu no dia 10 de novembro, já na zona rural de Almenara (MG), quando o homem foi alvejado com lesões fatais.

No total, seis assaltantes morreram confrontando com os policiais militares e outras duas pessoas foram presas. Um suspeito da cidade de Felisburgo (MG), possível membro da quadrilha, encontra-se foragido, sendo ele o responsável pelos levantamentos das agências a serem arrombadas na região. A Polícia Militar está em sua busca e captura para que ele forneça importantes informações das ações da quadrilha no Baixo Jequitinhonha e em outras regiões de Minas Gerais. Vale ressaltar que essa quadrilha é suspeita por explodir agências financeiras de seis cidades nos anos de 2016 e 2017, somente no Baixo Jequitinhonha.

 

Em dez dias de operações a PM apreendeu:

- 2 fuzis calibre 7,62 modelo AK47;

- 1 submetralhadora calibre 9mm;

- 1 espingarda calibre 12;

- 4 pistolas calibre 9mm;

- 4 pistolas calibre 40;

- 2 Revólver 32;

- Grande quantidade de material explosivo;

- 10 placas de colete balístico (à prova de bala);

- 3 placas de colete resistentes a tiro de fuzil;

- Munições de diversos calibres e vários outros equipamentos usados pela quadrilha.

 

Autor: PMMG