Polícia Militar de Minas Gerais

NONA REGIÃO DA POLÍCIA MILITAR

Histórico


 

 

 NONA REGIÃO DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE MINAS GERAIS

 

A Polícia Militar de Minas Gerais, através da Resolução nº 3346, de 24 de janeiro de 1997, assinada pelo então Comandante-Geral. Coronel Nelson Fernando Cordeiro, criou a "Nona Região da Polícia Militar - 9ª RPM", com sede em Uberlândia.

 

A medida faz parte da política de descentralização administrativa da Polícia Militar e atende aos anseios da comunidade, na medida em que amplia sua capacidade operacional em formulação de planos e emprego da Polícia Ostensiva na Região do Triângulo Mineiro.

 

A 9ª RPM, atualmente, é integrada pelos o 17º e o 32º Batalhões de Polícia Militar, 9º Batalhão de Missões Especiais, 9ª Companhia Independente de Meio Ambiente/Rodoviário e a 2ª Companhia Aérea, todas com sede em Uberlândia. As três últimas, no entanto, com atuações em toda a extensão territorial da 9ª RPM.

 

Há ainda os 53º BPM e 54º BPM, em Araguari e em Ituiutaba, respectivamente, que somadas às demais Unidade e Companhias, abrange 18 municípios (Uberlândia, Araguari, Indianópolis, Tupaciguara, Araporã, Ituiutaba, Santa Vitória, Monte Alegre de Minas, Prata, Capinópolis, Gurinhatã, Ipiaçu, Canápolis, Centralina, Cachoeira Dourada, Estrela do Sul, Cascalho Rico e Grupiara, além dos distritos de Patrimônio do Rio do Peixe, Amanhece, Chaveslândia, Perdilândia, Martinésia, Cruzeiro dos Peixotos e Tapuirama, numa área de 29.467 Km2.

 

Desde a sua instalação, acompanhando a tradição bissecular (240 anos) da Corporação, a 9ª RPM busca a constante melhoria de sua prestação de serviço.

 

Através dos cursos de formação e de instrução, com ênfase no treinamento individualizado, o comando da 9ª Região da Polícia Militar cumpre os preceitos genéricos definidos pelo nível estratégico, atuando com a criatividade necessária ao atingimento dos objetivos traçados, observando, contudo, as peculiaridades regionais, os meios disponíveis e a parceria com a comunidade e com os diversos segmentos de autoridades constituídas dos municípios sob a jurisdição do Comando Regional.

 

Conscientes de que a eficiência de cada um dos integrantes das Unidades de sua estrutura organizacional, do soldado ao coronel, levará à eficácia operacional, o ensino e instrução têm recebido um tratamento prioritário, porquanto é através deles que o homem-polícia vem preparado integralmente para o desempenho de suas funções e o cumprimento efetivo de suas missões.