Polícia Militar de Minas Gerais

Portal da 7ª Região da Polícia Militar

23º BPM


 

Também conhecido como "O Guardião do Centro-Oeste", foi criado pelo Decreto Nº 33.328, de 10 de janeiro de 1992 e instalado em Divinópolis, no dia 14 de fevereiro do mesmo ano, para fazer face à crescente demanda de segurança pública na região.

Ao ser criado, o Contingente Policial de Divinópolis, subordinava-se ao 7º Batalhão, sediado em Bom Despacho. Posteriormente, tornou-se necessário por razões estratégicas o emprego de um efetivo policial maior que coube ao 7º Batalhão. Veio ainda para Divinópolis uma fração do 5º Batalhão, de Belo Horizonte, para fazer frente aos movimentos da época.

O passo seguinte foi a instalação na cidade de uma Companhia do 1º Batalhão de Guardas, que além de superar os problemas então existentes, serviu para arregimentar e formar militares para suprir o efetivo da Corporação. Naquela época, deu-se em Divinópolis a formatura da primeira turma de soldados.

Ainda nos anos 60, a Companhia do Batalhão de Guardas foi recolhida à Capital, voltando à fração PM sediada em Divinópolis à condição de Contingente, novamente subordinada ao 7º Batalhão e já comandada pelo então Tenente Pedro Magalhães Faria, hoje Coronel da reserva da Corporação.

Em 1971, o Contingente de Divinópolis foi elevado à categoria de Companhia do 7º Batalhão, continuando sob o comando do Capitão Pedro Magalhães Faria.

Em decorrência das alterações do Plano de Articulação da Policia Militar para o ano de 1991, introduzidas através da Resolução nº 2.490, de 28 de dezembro de 1990, foi instalada, em 01 de fevereiro, na cidade de Divinópolis, a 2ª Companhia Independente, uma Unidade Operacional autônoma para exercer com plenitude todas as atividades inerentes a um Batalhão. O Comando da 2ª Companhia Independente foi delegado ao Major Luiz Gonzaga do Nascimento, que logo de início articulou o processo de criação de um Batalhão.

As idéias e os estudos formalizados tornaram-se realidade e, criado pelo Decreto nº 33.328, de 10 de janeiro de 1992, no dia 14 de fevereiro, daquele mesmo ano, com o apoio da comunidade que se fez presente, foi instalado o 23º Batalhão, tendo como primeiro Comandante o Tenente Coronel Júlio Maria da Silva. O segundo Comandante foi o Tenente Coronel Edmar Nilo de Campos. O terceiro, Tenente Coronel Renato Zavarese. O quarto, Major Gentil Alberto de Menezes. O quinto, Tenente-Coronel Sebastião Paulino Neto. O sexto, Tenente Coronel Eduardo Campos de Paulo. O sétimo, Tenente Coronel Júlio Teodoro dos Santos. O oitavo, Tenente Coronel Marcelo Carlos da Silva, o nono Ten Cel Marcelo Augusto Santos. O décimo comandante foi o Tenente-Coronel Rodrigo Teixeira Coimbra, e o atual Tenente-Coronel Erlando Ferreira da Silva.