Polícia Militar de Minas Gerais

4° Batalhão de Polícia Militar

Histórico do 4º Batalhão de Polícia Militar


Até o ano de 1898 era sediado em Uberaba o 2º Batalhão da Brigada Policial do Exército Brasileiro. Por questões políticas já existentes na época e por determinação do senhor Presidente do Estado de Minas Gerais, nome dado aos antigos Governos de Estado, foi a Unidade Militar transferida para a cidade de Juiz de Fora, onde até a presente data se encontra instalada. Com isso, Uberaba foi reduzida a um pequeno Destacamento e, de quando em quando, recebia a supervisão de uma patrulha da capital mineira.

No ano de 1909, após análise do Excelentíssimo Senhor Governador do Estado, chegou-se à conclusão de que Uberaba era uma cidade de porte, estava situada em ponto estratégico e necessitava de uma Unidade Policial. Em 09 de setembro de 1909, através da Lei nº 490, foi criado em Uberaba o 4º Batalhão de Brigada Policial, hoje o 4º Batalhão de Polícia Militar, sendo que sua instalação deu-se no dia 25 de novembro de 1909.

Em Uberaba não existia um local próprio para abrigar a tropa do 4º Batalhão, e sua primeira instalação foi num imóvel situado na rua Artur Machado, onde funcionava a Subestação da CEMIG, onde permaneceu por vários anos.

Como o efetivo do 4º Batalhão crescia rapidamente, foi necessário que a Unidade da Polícia Militar procurasse outro imóvel mais amplo e adequado para se instalar e abrigar-se. Foi, então, cedido pela Prefeitura Municipal o imóvel onde se encontrava instalado o Liceu de Artes e Ofícios, situado na Praça do SENAI.

Com o passar dos anos, o 4º Batalhão continuou crescendo rapidamente, acompanhando o desenvolvimento da cidade de Uberaba, recebendo nova denominação: 4º Batalhão de Caçadores Mineiros.

No intuito de devolver aos Uberabenses o Liceu de Artes e Ofícios, onde, anteriormente à instalação do 4º Batalhão, havia um grande número de estudantes, o Prefeito Municipal da época, Doutor Guilherme Ferreira, propôs ao Comandante da época uma troca: o 4º Batalhão devolveria o Liceu de Artes e Ofícios e a Prefeitura doaria ao 4º Batalhão um terreno situado na rua Indianópolis, no Alto do Boa Vista, hoje avenida Lucas Borges, bairro Fabrício. A medida do terreno seria da rua Indianópolis até onde as vistas alcançassem. E, assim, o negócio foi realizado sem a existência de documento, apenas as palavras do Prefeito e do Comandante, e como testemunha o Major Alquimim, à época Tenente.

Foi feita a demarcação do local onde iria ser construído o novo Quartel do 4º Batalhão, bem como as medidas do restante do terreno cedido pelo prefeito Guilherme Ferreira.

A construção do prédio do novo Quartel do 4º Batalhão ocorreu por etapas:

- Inicialmente construíram o prédio principal onde iria funcionar a administração.

- A segunda etapa foi a construção do pavilhão da esquerda do Quartel, onde hoje funciona o almoxarifado e a seção de recursos humanos.

- Na terceira etapa foi construído o pavilhão da direita do Quartel, onde hoje funciona a sala de armas e alojamentos de Praças e Oficiais.

- Posteriormente foi construído o pavilhão onde hoje funciona a seção de transportes, cela para presos e canil. Do outro lado, a 105ª Companhia de Ensino e Treinamento, sala de musculação e tatami.

A área de responsabilidade de atuação do 4º Batalhão de Caçadores Mineiros compreendia de Iturama até Unaí, e de Passos até Centralina, somando um total de 133 municípios. Atualmente, o 4º Batalhão de Polícia Militar tem sob sua responsabilidade as cidades de Uberaba, Conceição das Alagoas, Pirajuba, Campo Florido, Veríssimo, Água Comprida e Delta, num total de sete municípios, mais o bairro afastado de Ponte Alta.

No ano de 1955 foi feita a mudança do 4º Batalhão de Caçadores Mineiros para a Sede atual, já com a denominação de 4º Batalhão da Força Pública de Minas Gerais, para o novo prédio no bairro Fabrício, na Praça Governador Magalhães Pinto, 530.

A mudança deu-se da seguinte forma: os móveis e os armamentos pesados que possuíam na época foram transportados de caminhão, enquanto a tropa deslocou-se marchando do bairro São Benedito até o bairro Fabrício.

Dizem que o discurso de despedida do bairro São Benedito, por ocasião da saída da tropa do Liceu de Artes e Ofícios, foi proferido pelo Doutor Homero Santos, advogado recém-formado, e que quando a tropa iniciou o deslocamento uma multidão de moradores do bairro a acompanhou, aplaudindo-a e lamentando não ser o bairro São Benedito mais o local que abrigaria a tropa do 4º Batalhão. O acompanhamento se deu até a rua Padre Zeferino, onde existia uma ponte ligando ao bairro Fabrício. Do outro lado da ponte, os moradores do bairro Fabrício esperavam a tropa do 4º Batalhão com aplausos e queima de fogos, desejando aos policiais as boas vindas para o novo endereço.

O discurso de boas vindas no novo Quartel foi feito pelo Aspirante-a-Oficial Pedro Rocha, hoje Coronel Reformado, estando, à época, instalada a tropa no novo Quartel.

A área sob responsabilidade do 4º Batalhão era tão grande que foram criadas duas novas Unidades: 15º Batalhão de Polícia Militar, com Sede em Patos de Minas, e 17º Batalhão de Polícia Militar, com Sede em Uberlândia.

Posteriormente, foram criadas outras Unidades: 3ª Companhia PM Independente, em Araxá, hoje 37º Batalhão de Polícia Militar; 4ª Companhia PM Independente, em Frutal; 3ª Companhia PM Independente foi nomeada em Iturama, além da divisão do Estado em Regiões da Polícia Militar, onde o 4º BPM, 37º BPM, 3ª Cia PM Ind, 4ª Cia PM Ind, 5ª Cia PM Ind MAT e 5ª Cia M Esp. pertencem à 5ª Região da Polícia Militar.

O 4º Batalhão de Polícia Militar reveste-se de glórias, pois participou de todos os levantes e revoluções que tomou parte a Polícia Militar de Minas Gerais, como os de levantes de 1924, 1925, 1929, 1930 e 1932, sendo que neste último foi responsável por todo Triângulo Mineiro, travando uma luta com os paulistas na Ponte de Delta, que culminou com a vitória dos bravos Soldados do 4º Batalhão, dominando todas as cidades do Estado e, ao entrar na capital mineira, já não encontrou mais resistência, pois todos se deram por vencidos. Saíram as tropas mineiras, mais uma vez, vitoriosas. Nos ataques, as tomadas de maior vulto foram feitas por tropas do 4º Batalhão.

Voltada a calma no Estado de Minas Gerais, no ano de 1964 estavam as tropas do 4º Batalhão novamente mobilizadas para mais uma batalha, onde os mineiros voltaram vitoriosos, e novamente com a participação de tropas do 4º Batalhão. Atualmente, vive o 4º Batalhão de Polícia Militar momentos de paz no tocante a revoltas e revoluções, trabalhando, especificamente, na busca da paz social.

Até o presente momento, a Polícia Militar já designou 69 Oficiais Superiores, dentre Tenentes-Coroneis e Majores, para comandarem o 4º Batalhão, sendo seu atual Comandante o Ten-Cel PM Waldimir Soares Ferreira (foto abaixo).

O 4º Batalhão possui, atualmente, quatro Companhias Operacionais descentralizadas da Sede da Unidade, uma Companhia de Recobrimento Tático-Móvel centralizada na Sede da Unidade e uma Companhia de Ensino e Treinamento para formação de Soldados e Sargentos, também Centralizada na Sede da Unidade.

As companhias estão assim distribuídas:

- 40ª Companhia, com Sede na Área Integrada de Segurança Pública 83, situada no bairro Abadia.

- 41ª Companhia, com Sede na Área Integrada de Segurança Pública 84, situada no bairro Amoroso Costa.

- 105 ª Companhia de Ensino e Treinamento, situada na Sede do 4º Batalhão.

- 147ª Companhia de Recobrimento Tático-Móvel, situada na Sede do 4º Batalhão.

- 191ª Companhia, com Sede na Área Integrada de Segurança Pública 85, situada no bairro Olinda.

- 212ª Companhia, com Sede na Área Integrada de Segurança Pública 158, situada no bairro Cidade Jardim.

O 4º Batalhão de Polícia Militar orgulha-se de ter participado da construção da história do Triângulo Mineiro e do Estado de Minas Gerais, graças à sua tropa disciplinada e cumpridora de suas obrigações e um quadro de Oficiais e Praças do mais alto gabarito.

O 4º Batalhão de Polícia Militar é tido como "O Guardião do Vale do Rio Grande", pois seu passado é repleto de glórias, trabalhos e honestidade, cuja meta primordial é o atendimento a toda sociedade Uberabense, nas mais diversas modalidades de policiamento com segurança, socorro e proteção, no estrito cumprimento do dever legal e constitucional, recebendo o reconhecimento e o carinho de Uberaba e região.

Neste ano de 2014 o 4º Batalhão de Polícia Militar completa, em 25 de novembro, 105 anos de socorro e proteção a toda comunidade Uberabense. Foram planejadas e estão sendo executadas várias atividades em comemoração ao aniversário da Unidade, dentre as quais citamos a entrega da "Medalha 1º Centenário do 4º BPM", que será concedida a pessoas e entidades que participaram do crescimento da Unidade ao longo desses 105 anos, bem como a autoridades que prestaram relevantes serviços para a cidade de Uberaba.

Fachada atual do 4º BPM:

4º BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR

HÁ 105 ANOS PROTEGENDO UBERABA E REGIÃO!