Polícia Militar de Minas Gerais

13º Batalhão da Polícia Militar - Bairro Planalto

História do 13º Batalhão


O Décimo Terceiro Batalhão teve autorização para sua criação através do Decreto nº 3.635, de 1º de dezembro de 1965, contudo apenas no dia 29 de julho do ano de 1969, o Batalhão foi efetivamente instalado em sua primeira sede, naquela época situada na Rua Aimorés, no bairro Funcionários, onde hoje funciona o museu da PMMG.                                                                                                                                                                                                     

Quando de sua instalação, o Décimo Terceiro Batalhão, recebeu a incumbência de guarnecer a parte norte da capital mineira, além da cidade de contagem, Esmeraldas, Ribeirão das Neves, Vespasiano, Pedro Leopoldo, Santa Luzia e Sabará.

Atendendo a necessidade de se colocar mais próximo à comunidade a que servia, o já denominado Batalhão Tiradentes, teve transferida¸ no dia 09 de março de 1979, as suas instalações para à Av. Dr. Cristiano Guimarães, nº 2.300, bairro Planalto, onde antes funcionava uma escola de freiras da igreja católica e onde se encontra até os dias atuais.

A partir de 18 de Agosto de 1982, o Batalhão ganhou nova articulação, ficando responsável, exclusivamente, pelo Policiamento da região norte da capital. Com o passar dos anos e o crescimento da Capital Mineira e sua região metropolitana, houve a necessidade de criação de novos batalhões para atender a demanda que surgia e ao final do ano de 2009 os limites territoriais do “Batalhão Tiradentes”  ficou definido exclusivamente ao extremo norte da capital, mantendo suas configurações até os dias atuais.

Nessa época o batalhão, já com seus 40 anos de idade, maduro e experiente, havia mostrado todo o seu valor. Sua tropa fundada nos preceitos da hierarquia e disciplina, com uma doutrina operacional muito forte, acabou por trazer a unidade o codinome “TREZE DE OURO”, dado tamanha sua representatividade junto PMMG, com reflexos em toda Minas Gerais.

Desde a sua instalação, o 13º BPM  tem sido um referencial na prestação de serviços genuinamente comunitários na região norte, buscando sempre trabalhar em perfeita harmonia com os anseios da população.

Instalado numa área onde a carência e o contraste social são evidentes, desde o princípio, a cooperação, a parceria e a agilidade em suas ações, são fatores que têm contribuído para o sucesso da Unidade. Desde então, o aludido “BATALHÃO TIRADENTES”, unidade tradicional da circunscrição territorial do vetor norte da capital belo-horizontina, encontra-se sintonizado com as mais modernas filosofias propostas para o desenvolvimento da atividade policial militar.

O Batalhão teve 38 comandantes ao longo de sua história. O primeiro foi o então Tenente Coronel Osvaldo Martins e o atual comandante do 13º BPM da Polícia Militar de Minas Gerais, é o Tenente Coronel Alex  Antonio da Silva Prosdocimi.
 

Esse é o Décimo Terceiro Batalhão, uma Unidade dinâmica, constantemente preparada para assumir novas posturas e desafios. Uma Unidade que procura adaptar-se à demanda e às necessidades de segurança da comunidade, mediante trabalho sério de planejamento e conjugação de esforços. Uma Unidade onde valores como competência técnica, flexibilidade, ética, trabalho em equipe, perseverança, honra e senso de dever estão arraigados no dia a dia de valorosos profissionais.